Esses dias uma pessoa me disse que gostaria de começar a viajar, mas que não dispunha de muito dinheiro e não sabia como começar.

Hummm, ótima pergunta!!!

 

planejar viagem1

Nunca pensei muito nisso, na verdade nós resolvíamos que queríamos ir e pronto. Nem sempre estivemos em uma ótima fase, muitas vezes a grana estava realmente curta…

Nossa história de viagens começou na lua de mel, é claro. Dali para frente, sempre que possível, viajámos.

Bem, vamos ao que importa.

O mais importante é gostar de viajar, de conhecer novos lugares. Se a grana estiver curta, para começar, procure lugares perto de onde você mora, assim não gastará tanto com passagens, combustível, etc.

Ao procurar o local para passar a noite, você pode procurar um hotel ou ainda um hostel, que é uma espécie de albergue. Há alguns bem bacanas e ali você pode conhecer muitas pessoas.

E vamos ao que interessa, poupando a grana com passagens e hotel, você vai poder utilizá-lo para conhecer o lugar que irá conhecer. Procure conhecer um pouco do lugar pela internet, veja os pontos turísticos e já conhecer o que mais te agradar. Sugestões sempre são bem-vindas, mas nem sempre o que agrada a uma pessoa agrada a todos. Então procure conhecer o mais te agradar. Gosta de museus? Vá conhecer. Não gosta? Não se sinta mal com isso, a viagem é sua e você tem liberdade para escolher conhecer o que deseja.

planejar viagem2 planejar viagem4 planejar viagem3

A alimentação é outro ponto interessante. Quando nós viajamos, a gente não se prende em café da manhã, almoço e jantar. Nem pensar! A gente toma um belo café da manhã e saímos batendo perna, para conhecer tudo o que for possível, passeamos muito mesmo. Normalmente a gente não almoça, uma fruta, um salgadinho, qualquer coisa engana a fome, afinal nossa fome é de conhecer os lugares onde estamos. Mas a gente sempre janta. Nada muito caro, sempre procuramos um restaurante com preço que pareça razoável. Já saímos muitas vezes do restaurante, sem jantar, depois de ver o cardápio. As vezes paramos no restaurante ao lado que tem um preço bem razoável. Dependendo do lugar onde estamos, fazemos só um lanche a noite e está bom demais.

Em Gramado, a gente ama comer fondue, que é caro, mas achamos um restaurante muito bom e que tem um preço ótimo, se você pagar em dinheiro, a diferença fica em quase 40% a menos. Isso mesmo.

planejar viagem5

 

Em Madri, comemos Entrecot uns dois dias no mesmo restaurante, mas teve os dias de pizza (em fatias, você pede o que quer e sai comendo na rua) e Mac Donalds para a dupla (meus filhos).

Uma vez, estávamos no Vale dos Vinhedos, naquela época ainda não havia restaurantes, nem bistrô, nada por ali. Achamos uma lojinha de artesanato e entramos, compramos um pacote de salgadinho, mas estávamos com uma fominha. A dona da loja disse que tinha queijo caseiro e no fim, tinha pão caseiro congelado (era para consumo próprio) mas nos vendeu. Colocou o pão no micro-ondas e… ficou divino, fomos para o carro, onde tínhamos um salame que havíamos comprado antes e esse foi nosso lanche, pão caseiro com queijo e salame. Quer coisa melhor.

O importante é se divertir. E a gente se diverte muito!!!

Nossos filhos têm muitas lembranças boas das nossas viagens e, no meu ponto de vista, isso é o que mais importa.

 

Deixe uma resposta