Amsterdam foi fundada por volta de 1200, quando ainda era uma vila de pescadores nas margens do rio Amstel. A cidade se desenvolveu muito e no século XVII era o principal porto comercial do norte da Europa. Em 1814 foi declarada capital da Holanda do Norte, no reino dos Países Baixos (tem esta denominação por conter cerca de 27% de sua área e cerca de 60% de sua população situados abaixo do nível do mar). E foi assim que o mundo foi conhecendo Amsterdam, pela peculiaridade de sua geografia.

Conhecendo Amsterdam – a cidade é eclética, lá você pode passar por casas elegantes, museus ricos de história e arte, mas também pode passear com sua família inclusive por bairros como o Red Light District onde há diversas vitrines que expõem mulheres vendendo seu “produto”. Em Amsterdam, assim como em toda a Holanda, a prostituição é considerada profissão e é legalizada, podendo ser comercializada livremente.

A cidade possui diversos museus de arte e de história, como o Rijksmuseum, que possui uma belíssima coleção de arte holandesa, o Van Gogh Museum, onde estão obviamente expostas as obras deste grande pintor, o Hermitage Amsterdam que tem exposições temporárias proveniente do State Hermitage Museum de São Petesburgo. E em termos históricos temos o Museu Casa de Anne Frank, que conta a triste história de sua protagonista.

Mas Amsterdam possui muito mais, basta se dispor a belas caminhadas pela cidade para descobri-la e se encantar. A cidade tem diversos canais e uma arquitetura diferenciada, mas não se deixe enganar, Amsterdam é uma cidade moderna, culta, divertida e atraente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como sempre, nosso roteiro foi bem flexível e perdemos uma tarde na cidade devido ao atraso em nosso voo. Então, simplesmente seguimos nossa vontade e demos belos passeios pela cidade, sem pressa para poder conhecer. Vimos tudo o que queríamos e um pouquinho mais. Venha conhecer Amsterdam com a gente!

Deixe uma resposta