O que fazer em Londres

Londres é a maior cidade da Europa, com mais de 7 milhões de habitantes. É difícil pensar em o que fazer em Londres em poucos dias. Sim amigos, se sua estadia for  de 3 dias em média, faltará tempo para conhecer bem a cidade. Mas, com planejamento, isso é possível, como nós fizemos.

Tivemos 3 dias e meio em Londres, mas aproveitamos bem mesmo 2 dias e meio. Isto porque, no último dia eu fiquei doente e não consegui aproveitar muita coisa. Mas, quem sabe em breve a gente volta e compensa isso.

O que fazer em Londres – primeiro dia

Chegamos em Londres no início da tarde, mas essa história você pode ler no post Conhecendo Londres. Como contamos ali, nosso passeio pela cidade começou no The Monument, que fica perto da London Bridge. Ela foi  a primeira ponte de Londres e próxima da Tower Bridge, a mais famosa ponte da cidade. Da ponte se tem uma belíssima vista das margens do Tâmisa.

Vista da ponte London Bridge
Vista da ponte London Bridge

Depois fomos caminhando pela margem do rio e chegamos na Tower of London, que tem em seu centro a White Tower. Sua construção foi iniciada em 1066 e finalizada em 1097 e sendo utilizada como residência real, depósito de armas, sede da Real Casa da Moeda, prisão e hoje abriga as Joias da Coroa Britânica e exposições de arte.

Os ingressos para conhecer a Tower of London podem ser comprados no local ou antecipadamente pela internet. Nós não fomos conhecer por dentro pois nosso tempo era curto para ver tudo que queríamos.

Tower of London
Tower of London

Após passarmos pela Tower of London, chegamos na Tower of Bridge, inaugurada em 1894 e que é símbolo da cidade. A ponte possui duas torres em estilo gótico, que podem ser visitadas. Elas possuem um sistema eletrônico para levantar as duas partes da ponte que se elevam para a passagem de grandes embarcações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saindo da ponte, chegamos a outra margem do rio Tâmisa, começando o passeio na The Queen´s Walk. E é lá que estão localizados os edifícios City Hall, onde está a prefeitura de Londres e o The Shard que é um prédio em forma de pirâmide com mais de 310 metros de altura.

Nesta área é possível caminhar por um largo calçadão, já que a rua é exclusiva para pedestres, sendo possível dar uma parada para conhecer o HMS Belfast que é um navio museu da Marinha Real Britânica. Caminhamos até a London Bridge e resolvemos encarar o ônibus de turismo. Se não me engano existem três empresas que fazem o trajeto turístico. Nós embarcamos no The Original Tour e pagamos na época 21 libras para usar por 24 horas, onde é possível trocar de linha e parar (se você quiser) nas 80 paradas das quatro linhas que compõem o trajeto. Como não tínhamos muito tempo na cidade, optamos por utilizar o ônibus que nos levaria mais rapidamente aos destinos que queríamos conhecer.

Primeira parada – St. Paul´s Cathedral, é uma belíssima catedral em estilo gótico e que possui a segunda maior cúpula do mundo (a maior é da Basílica de São Pedro, no Vaticano). A catedral foi reconstruída diversas vezes até que finalmente em 1677 a atual catedral foi finalizada. Dentro dela é possível conhecer diversas esculturas e admirar toda sua beleza.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bem pertinho da catedral está a Millennium Bridge, que é uma ponte-passarela suspensa, toda feita em aço, inaugurada para comemorar o novo milênio. Por ela é possível chegar a galeria Tate Modern e  o  Teatro  Shakespeare´s Globe que ficam na outra margem do rio.

Vista parcial da Millennium Bridge e ao fundo Tate Modern
Vista parcial da Millennium Bridge e ao fundo Tate Modern

Próxima parada, National Gallery que é o principal museu de arte de Londres. Descemos na Trafalgar Square e ficamos passeando por ali, admirando tanto o museu quanto a praça e a bela Nelson Column.

Dali, fomos conhecer o Covent Garden Market. O local é parecido com um shopping, há diversas lojas (marcas de luxo), restaurantes e bistrôs e também uma área de convivência.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Voltamos então para o ônibus e continuamos nossa viagem. Claro que vimos prédios lindíssimos e muita história no caminho, mas de repente a gente se deparou com o famoso Big Ben. Foi muito bacana, porque você vê fotos e filmes e sabe como é, mas vê-lo ao vivo e a cores não tem preço (desculpem o trocadilho…).

O que fazer em Londres? Conheça o Big Ben e o Parlamento Inglês. O Parlamento está instalado no Palácio de Westminster desde o século XVI e é sede de duas câmaras, a dos Lordes e a dos Comuns. O Big Ben é um grande sino de 14 toneladas, que foi instalado em 1858 e que fica na torre do palácio. Na realidade a torre tem o nome de Elizabeth Tower, em homenagem aos 60 anos de reinado da rainha Elizabeth II. Uma curiosidade é que, assim como a Torre de Pisa, o Big Ben também tem uma inclinação de cerca de meio metro entre a base e o ponto mais alto da torre.

Caminhamos muito nessa região para conhecer bem. Chegamos a Abadia de Westminster, que é a igreja mais antiga e mais importante de Londres e é lá que estão sepultados os monarcas britânicos. Infelizmente só pudemos vê-la por fora, pois quando chegamos ela já estava sendo fechada para visitação. Nosso plano era de voltar no dia seguinte, mas não conseguimos chegar a tempo novamente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ainda na região de Westminster, atravessamos a ponte e fomos conhecer a London Eye, uma roda gigante, a terceira maior do mundo e de onde se tem uma vista privilegiada da cidade. Não é à toa que é um dos mais disputados pontos turísticos de Londres.

Para chegar perto da London Eye é preciso atravessar uma multidão… acabamos não entrando pois achamos o preço do ingresso um pouquinho salgado e essa nossa viagem foi mais econômica. Os ingressos eram 25 libras por pessoa, resolvemos então continuar nosso passeio, pois além de caro, iríamos perder muito tempo na fila para entrar.

Vista da London Eye da margem oposta do Rio Tâmisa
Vista da London Eye da margem oposta do Rio Tâmisa

A essa altura já estávamos bem cansados e resolvemos jantar e depois voltar ao hotel. Fomos a um restaurante italiano e nos acabamos em uma deliciosa pizza e lasanha!

Esse foi nosso segundo dia em Londres. Esperamos que tenham gostado e que se estiverem pensando em ir até a cidade possam ter uma idéia de o que fazer em Londres! Leia sobre nosso segundo dia na cidade aqui.

Caso precise de hotel na cidade, recomendamos o Booking, como nós fizemos. Clique abaixo e conheça os hotéis da cidade:


Booking.com

Quer maior comodidade para conhecer Londres e os arredores da cidade? Alugue um carro com a Rentcars, clique abaixo para ver os carros que se adaptam ao seu estilo de viagem:


O que fazer em Londres? A Weplann tem diversas opções de atrações e passeios na cidade. Você pode comprar seus ingressos antecipadamente e não precisa se preocupar quando chegar ao seu destino:

 


Ao viajar para o exterior é preciso que você tenha um seguro de viagem. Clique abaixo e conheça as opções da Real Seguros:

 

Deixe uma resposta