O que fazer em Foz do Iguaçu em 3 dias

Foz do Iguaçu é uma cidade nova, tem apenas 103 anos. A cidade, que no início era a Vila Iguaçu, cresceu muito nesse tempo e se tornou uma bela cidade e com muitas opções de lazer e diversão, além de se tornar mundialmente conhecida por causa das Cataratas do Iguaçu e da Represa Itaipu Binacional.

Foto de Kica Cascardo

Curiosidades

Em 1916, Alberto Santos Dumont estava na região e pediu ao então Presidente do Estado do Paraná a desapropriação da área, o que foi concedido e no mesmo ano ela foi tomada como patrimônio público.

Em 1939 o Parque Nacional do Iguaçu foi criado, para garantir a proteção das Cataratas do Iguaçu.

Em 1986, o parque foi tombado como Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. 

A cidade é conhecida internacionalmente devido as Cataratas do Iguaçu e pela Usina Hidrelétrica de Itaipu. As cataratas foram uma das vencedoras do concurso que escolheu as 7 maravilhas da natureza em 2010.

Já a usina foi considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno, em 1996, pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis. É a segunda maior usina do mundo em tamanho e a primeira em geração de energia.

Nosso roteiro

Em novembro de 2016, resolvemos aproveitar um feriado para ir conhecer o lado argentino das cataratas, pois o lado brasileiro já havíamos conhecido. Teríamos dois dias inteiros e uma tarde e uma manhã livre para explorar a cidade e arredores.

Mas, nem tudo foi como esperávamos. Saímos cedo de Curitiba, num sábado e chegamos por Foz do Iguaçu por volta de 15 horas. Já saímos em seguida para ir até a Argentina, passear no Duty Free Puerto Iguazú. A fila para passar na imigração estava imensa e esperamos por cerca de 1 hora para ver se ao menos saíamos da ponte, o que não aconteceu. Conseguimos então dar a volta na ponte e voltar para o hotel.

No dia seguinte, domingo, fomos direto para a Argentina, passamos rapidamente pela imigração e chegamos ao Parque Nacional Iguazú. Passamos cerca de 4 horas no parque, conhecendo e aproveitando tudo.

Saímos de lá, por volta das 16h00min horas e fomos para Puerto Iguazú. Como não havíamos almoçado, a fome estava grande. Fomos para a feirinha e fizemos um aperitivo com queijos, salames, azeitonas e cerveja, claro. Fizemos umas comprinhas e ficamos mais um tempinho por ali.

Na segunda-feira, fomos para o Paraguai, saímos cedo pois já sabíamos que a fila para entrar em Cidade de Leste estaria muito grande. Passamos o dia todo lá, fizemos várias comprinhas e por volta de 17h00min voltamos para Foz do Iguaçu, enfrentando longas filas novamente.

Como queríamos aproveitar bem o tempo, fomos até a Itaipu Binacional e resolvemos que iríamos aproveitar nossa última manhã ali.

Na terça-feira, fomos a Itaipu, compramos os ingressos e entramos, assistimos a um filme sobre a obra e sobre a represa. Infelizmente recebemos uma ligação que fez nosso passeio terminar antes de começar. Saímos dali, conversamos com o pessoal de atendimento que nos devolveu o dinheiro das entradas e do estacionamento e voltamos para Curitiba.

Esta viagem para Foz do Iguaçu foi muito boa, divertida, aproveitamos quase tudo e contaremos para vocês sobre cada passeio nos próximos posts.

Um abraço,

Ana e Jefferson

Deixe uma resposta