Cataratas do Iguaçu na Argentina

Que o Parque Nacional do Iguaçu é lindo, todo mundo já sabe. Mas sempre ouvi que ver as Cataratas do Iguaçu do lado argentino poderia ser tão lindo ou mais. Então, resolvemos ir até lá e ver se a história é realmente essa.

Em novembro de 2016 fomos até Foz do Iguaçu e fomos conhecer o Parque Nacional Iguazú. Chegar lá é bem fácil. Fomos até a fronteira Brasil-Argentina, passamos a ponte Tancredo Neves e em seguida chegamos à imigração. Para entrar na Argentina é preciso apresentar a carteira de identidade ou passaporte.

Para quem vai de carro, é necessário ter contratado o seguro carta verde, que é um seguro obrigatório para veículos quando em viagem para países do Mercosul, para evitar problemas com a polícia do local que está viajando.

A distância entre Foz do Iguaçu e as cataratas na Argentina é de aproximadamente 20 km.

Ao chegar ao parque, passamos pelo Centro de Visitantes e em seguida fomos para a Estação Central, onde há um trenzinho que nos levou a Estación Garganta Del Diablo. Caso o visitante queira, é possível fazer o caminho até a Estação Cataratas a pé, pelo Sendero Verde, um caminho pela mata, a distância é de 600 metros. Este caminho normalmente é utilizado pelos visitantes que optam por outros passeios oferecidos dentro do parque, como a visita a Isla San Martin e o passeio de botes (falaremos sobre eles no Circuito Inferior).

Garganta Del Diablo

A primeira parada é a Garganta Del Diablo, onde fizemos uma caminhada de 1.100 metros por passarelas suspensas até chegarmos ao Salto Unión, ou a Garganta do Diabo. Foi muito emocionante chegar às quedas e ver toda a beleza selvagem das águas. Não dá para descrever a sensação, a emoção, como também não dá para descrever toda a beleza. No mapa do parque mostra que há seis saltos nesta área, mas apenas quatro podem ser vistos dos mirantes da Garganta do Diabo. São eles:

Salto Unión

Salto Mitré

Salto Belgrano

Salto Dos Mosqueteros.

Os outros dois saltos, o Salto Rivadavia e o Salto Tres Mosqueteros são visíveis do lado brasileiro das cataratas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Circuito Superior

Após conhecer a fantástica Garganta do Diabo, pegamos o trenzinho novamente e fomos até a Estação Cataratas e começamos o circuito superior.

São 1.750 metros de caminhada no meio da mata, com uma vista espetacular, principalmente quando chegamos aos cinco mirantes dos saltos, ainda na parte de cima. Pelo que vi no mapa do parque neste circuito são sete saltos, para apreciar bem de perto, como nós fizemos:

Salto San Martin

Salto Mbiguá

Salto Gpque Bernabé Méndez

Salto Adan y Eva

Salto Bossetti

Salto Chico

Salto Dos Hermanas.

Ainda segundo o mapa há mais um salto, o Salto Escondido, mas parece que só é possível visualizá-lo da Isla San Martin.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Circuito Inferior

Retornamos ao ponto de encontro, que é uma pracinha onde o circuito superior termina e fomos para o início do Circuito Inferior, que tem 1.600 metros e a vista que temos deste circuito é a dos saltos na parte de baixo. Neste circuito é possível realizar o passeio para conhecer a Isla San Martin, mas este passeio está condicionado à altura do rio. Se estiver muito cheio, não é possível ir até a ilha.

Neste circuito também é possível fazer o passeio Gran Aventura, que é feito em botes e que chegam bem perto dos saltos. Adrenalina e banho garantidos. Este passeio é feito na parte de baixo do Rio Iguaçu.

Este passeio de bote e o da ilha são passeios pagos a parte, bem como as diversas atrações dentro do parque.

No circuito inferior, além de observar todos os saltos mencionados, pela parte de baixo, que também é um espetáculo, podemos acessar outros dois saltos:

Salto Alvar Nuñez

Salto Lanusse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É um passeio maravilhoso, podendo ser feito com crianças e idosos sem dificuldade de locomoção. É possível passar o dia, pois há restaurantes e lanchonetes no parque.

Outros passeios:

Sendero Macuco – este passeio é para quem gosta de trekking, uma caminhada de sete quilômetros em meio à mata nativa e no final você chega a mais um salto, o Arrechea.

Safari em La Selva – este passeio é feito em veículo 4×4 e irá te levar para as cascatas pela mata.

Paseo Ecológico – este passeio é feito em botes a remo onde você pode desfrutar da natureza na parte de cima do Rio Iguaçu.

Paseo de Luna Llena – este passeio é feito até a Garganta do Diabo em dias de lua cheia. São realizados cinco vezes por mês.

Este foi nosso passeio pelas Cataratas do Iguaçu, no lado argentino. Caso tenha comentários, entre em contato conosco.

Ao planejar sua viagem, faça suas reservas com antecedência!

Para conhecer e reservar o hotel, nós sempre utilizamos o Booking e nunca tivemos problemas. Todas nossas reservas sempre estão garantidas. Faça sua reserva pelo blog clicando aqui e não pague nada a mais por isso!

Nas viagens para a Europa o seguro viagem é obrigatório e para outros países, o ideal é contar com um seguro, caso seja necessário. Conheça a Seguros Promo, que tem várias seguradoras conveniadas e onde você pode fazer sua cotação on-line, conhecendo assim as melhores opções do mercado. Clique aqui para fazer sua cotação!

Deixe uma resposta