Conhecendo o Parque Histórico de Carambeí

O Parque Histórico Carambeí conta aos visitantes a história de como era a vida dos imigrantes holandeses, quando estes chegaram ao Brasil e se instalaram na região, no início do século XX.

Há muito tempo tínhamos vontade de conhecer este Parque, até que a oportunidade chegou. Fomos em um sábado, saímos de Curitiba por volta de 11 horas e fomos até Castro, para conhecer o moinho, mas infelizmente estava fechado e o museu ao lado, estava em reformas. Então, tiramos apenas algumas fotos e seguimos viagem até Carambeí.

Chegando lá, compramos os ingressos e começamos nossa visita.

O parque está instalado em uma área de mais de 100 mil m² e está dividido em quatro grandes áreas.

  1. Casa da memória
  2. Vila histórica
  3. Parque das águas
  4. Pavilhão de Exposições

Não pudemos entrar na Casa da Memória, mas como faz um tempinho, não me lembro se ela estava fechada ou se passamos direto.

Mas fomos para a Vila Histórica e não me arrependi do passeio. Parecia que havíamos entrado em um filme antigo. Passamos pela Casa Holandesa, onde os turistas são recepcionados e assistem a vídeo sobre o Parque. Nesta mesma casa, há uma sala de jantar que passa a impressão de que os donos já vão chegar.

Saindo da primeira casa, encontramos a linha do trem e a estação Carambehy. Dentro da estação você se sente pronta pra viajar, pois até as malas estão ali, aguardando o trem para serem embarcadas.

Após a estação, encontramos a vila propriamente dita e ali nos perdemos em tantos detalhes ricos em história, como vocês podem ver nas fotos abaixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na igreja, há diversas fotos de famílias imigrantes.

Em toda esta ala é possível entender a relação dos imigrantes com a terra, pois há diversas ferramentas, máquinas e equipamentos de tração agrícola.

Há também uma escolinha e você houve a professora ensinando os alunos, em holandês claro.

Passando a Vila Histórica, chegamos ao Museu do Trator e dos Implementos Agrícolas, que abriga as máquinas que eram indispensáveis para o cultivo.

Saindo dali, passamos pelo Pavilhão de Exposições Frísia, onde ocorrem eventos e fomos para o Parque das Águas.

Mais uma vez observamos as casinhas holandesas, tais como são até hoje e também as soluções holandesas para controlar o fluxo de água nos canais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saindo do Parque está a Koffiehuis, uma confeitaria e restaurante, também com a proposta histórica, desta vez não apenas visual, mas também gastronômica.

Como chegar

A distância de Curitiba a Carambeí é de cerca de 140 km. Saindo de Curitiba, o trajeto é feito pela Rodovia do Café e BR 376.

Visitação

O Parque abre de terça a domingo das 11:00 às 18:00. No horário de verão, o Parque fica aberto até as 19:00.

O que levar

Leve protetor solar e repelente, pois o parque é todo aberto.

 

Informações

Caso precise de outras informações, acesse o site do Parque Histórico de Carambeí para consultar.

Deixe uma resposta